Reinaugurado entreposto de Resíduos Extradomiciliares na Scharlau 06/06/2017

O Entreposto de Resíduos Extradomiciliares para pequenos geradores, no bairro Scharlau, foi reinaugurado nesta segunda-feira, 5 de junho, dentro da programação da Semana do Meio Ambiente. O local, na rua Leopoldo Albino Scherer - 430, interditado em janeiro pela Prefeitura por operar sem licença ambiental e sem plano de manejo e operação dos materiais depositados, volta a receber resíduos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Com a retomada das operações a população poderá utilizar o espaço para o descarte dos resíduos extradomiciliares com volumes de até um metro cúbico, como restos de construção e demolição, restos de podas, pneus e móveis. O material recebido será separado em baias, selecionado e encaminhado para a destinação adequada.

Conforme o prefeito Ary Vanazzi, a atual gestão cumpre mais um compromisso com a população. “Percebemos o mais completo descaso ao notarmos que aqui existia uma estrutura para receber e dar o destino adequado aos resíduos que foi abandonada, se tornando um lixão a céu aberto. Agora iniciamos um novo projeto para retomarmos uma política responsável de manejo de resíduos extradomiciliares. Ao disponibilizarmos este local, podemos tratar da conscientização da sociedade e evitarmos o descarte irregular”, explicou o prefeito.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Darci Zanini, a abertura do entreposto na Scharlau é o primeiro passo para reorganizar o serviço voltado para o resíduo extradomiciliar. “Em 2009, o município tinha cinco entrepostos licenciados, funcionando em diferentes regiões da cidade. Queremos voltar a este padrão”, afirmou.

Da interdição à operação licenciada
- No dia 9 de janeiro o entreposto foi interditado pelo prefeito Ary Vanazzi e pelo secretário do Meio Ambiente, Darci Zanini, por não possuir licença ambiental, violando os artigos 445, inciso XI, 432 e 497 da Lei Municipal 6463/207. Na época foram constatadas irregularidades no manuseio e operação das atividades, gerando um grande volume de resíduos.
- Em 10 de janeiro São Leopoldo decreta situação de emergência ambiental e sanitária. O decreto teve como finalidade autorizar o município a providenciar a imediata remoção dos resíduos. A determinação foi feita precedendo a instauração de uma sindicância para identificar e responsabilizar, junto ao Ministério Público, os autores das irregularidades ambientais e sanitárias apontadas.
- No dia 21 de fevereiro, a Prefeitura inicia a retirada do lixo acumulado no local. A medida foi a primeira etapa para obter a licença ambiental necessária para transformar o local em um ecoponto de coleta de resíduos extradomiciliares. 
- Em 3 de março a Prefeitura completa a limpeza, depois de 11 dias de trabalho. A diretoria de Limpeza Urbana retirou do local mais de 3.160m³ de entulho, caliça, madeira, podas, entre outros resíduos. Foram necessárias 158 viagens em caminhões com capacidade média de 20m³ para limpar o terreno e destinar adequadamente todos os resíduos que estavam depositados irregularmente naquela área.
- Os resíduos foram removidos para uma Central de Triagem licenciada no município de Canoas. O contrato total para a limpeza e remoção dos entulhos do entreposto foi de R$ 195 mil. 

Fonte:www.saoleopoldo.rs.gov.br


banda logo

É uma rádio que tem o compromisso de atender a cidade de São Leopoldo e região do Vale do Sinos, que por 17 anos  vem cativando os ouvintes com uma programação bem diversificada, músicas de qualidade, notícias, entrevistas, debates, utilidades públicas e interação com o ouvinte.



Av. Integração 1814 Feitoria São Leopoldo/RS | (51) 3575-2818 | (51) 3091-8361 | radiofeitoriafm@gmail.com